casadefitas (13).png
Ativo 1@4x.png
casadefitas (2).png
casadefitas (13).png

26 A 30 DE MAIO ÀS 19H
REPRISES NO DIA SEGUINTE ÀS 16H

casadefitas (13).png

O Projeto Casa de Fita nasceu com o objetivo de criar arranjos para a educação infantil por meio da cultura do inventar. Uma escola de cultura popular criada pelo grupo Seu Estrelo, imaginada a partir de sua mitologia e brincadeira, com uma pedagogia que tem o cerrado como inspiração. 

 

A Casa de Fita se propõe a reencantar a cidade, nesse mundo que anda todo avessado. Recorrendo aos artifícios da sábia e festiva Cultura Popular, o projeto tem essa Mestra na guiança. Por meio do cerratense Mito do Calango Voador, história escrita por Tico Magalhães, é criado um espaço prospectivo: onde as crianças podem ser quem são, se reconhecer umas nas outras, na natureza que as cerca, em sua cidade e em suas brincadeiras. Um espaço afetivo e acolhedor, com diversas possibilidades de sonhos. Um quintal voltado ao novo, ao futuro, ao VIR À SER.


Com a pandemia, o projeto foi brincar pelo reino do imaginário, repensando seu fazer e inventando novas possibilidades de chegar até às crianças. Assim, enquanto espera para abrir novamente as portas do Centro Tradicional de Invenção Cultural, o Projeto Casa de Fita inventou de inventar um Festival Virtual. Com espetáculos de artistas populares locais e um convidado muito especial, o pesquisador da Infância Gandhy Piorski, o festival chega assumindo a ideia de brincar com o que é nosso e de fazer da infância uma revolução.

Inscreva-se para saber mais sobre as próximas turmas da Casa de Fita:

Programação

Trupe Zepelim de Led

Quinta-feira (27/05) 19H

chico Simões 

Sábado (29/05) 19H

casadefitas (9).png
casadefitas (8).png
casadefitas (10).png
casadefitas (11).png
casadefitas (12).png
casadefitas (6).png
casadefitas (7).png

Abertura:

Gandhy Piorski

Quarta-feira (26/05) 19H

Luciana Meirelles

Sexta-feira (28/05) 19H

Tico Magalhães

e Iaiá Magalhães

Domingo (30/05) 19H

Sobre o Gandhy Piorski

Pesquisador nas áreas de cultura e produção simbólica, antropologia do imaginário e filosofias da imaginação. No terreno das expressões plásticas discute as narrativas da criança, sua fantástica e seus artefatos, é consultor e idealizador de projetos que investigam uma pedagogia social contida nas linguagens das infâncias. 

 

Trupe Zepelim de Led 

A Trupe Zepelim de Led é uma experiência sagrada e picaresca, que une o circo e a cultura popular, o universo da palhaçaria à encantaria da tradição brasileira. Formado por brincantes do Grupo Seu Estrelo: Marcelo Nemmevê, Rafael Pops e Tainá Martins, a Trupe Zepelim de Led assume a missão de juntar em sua brincadeira o terreiro e o picadeiro, unindo misteriosamente a dança, o teatro, a música, o circo, a feitiçaria, o catimbó e sei lá mais o quê. Assim, uma colombina atriz, um andante palhaço e um vagabundo brincante se enlaçam para contar a fabulosa história da última apresentação do Amaldiçoado Circo Lunar. 

 

FICHA TÉCNICA:

Brincantes: Tainá Martins, Marcelo Nemmevê e Rafael Pops.

Duração: aprox. 35 minutos

Obs: música ao vivo.

 

Luciana Meirelles apresenta Maria das Alembranças

Maria das Alembranças é um brinquedo cerratense de contar históras, mensageira das árvores e guardiã de sementes, abre caminhos para memórias do passado e do futuro. Nessa edição, contará o mito Iorubá da origem do ser humano, convidando toda a família a se alembrar de nossas origens ancestrais.

FICHA TÉCNICA:

Brincante: Luciana Meirelles e Nara Oliveira

Duração: 30 minutos

 

Mestre Chico Simões - Mamulengo Presepada: Palhaço Mateus Caramelada da Lelé Bicuda 

Chico Simões, apresenta o palhaço, Mateus Caramelada da Lelé Bicuda, camelô, brincante de reisado, bumba-meu-boi, guerreiro de folias, mágico e ventríloquo, formado nas feiras, festas e festivais pelo mundo, contador de histórias e causos, este menestrel contemporâneo promete benzer e bendizer o público presente que terá notícias e participará nas cenas que contam histórias de amor e de guerra nas terras de São Saruê, onde vive tudo que se imagina e a máscara mais revela que oculta.

 

FICHA TÉCNICA:

Brincante: Chico Simões

Duração: aprox. 40 minutos

 

Seu Estrelo e o Estranho Julgamento de um Palhaço e um Jumento

Um espetáculo inédito, escrito por Tico Magalhães (Capitão do Grupo Seu Estrelo) para o Festival Casa de Fita. Uma brincadeira que narra a história de um surpreendente julgamento de faz de conta. Um julgamento onde o público é o próprio jurado. Um espetáculo infantil que discute a infância e de que modo a cidade e seus comandantes vem cuidando das crianças.

 

FICHA TÉCNICA:

Brincantes: Tico Magalhães e Iaiá Magalhães

Duração: 20 minutos

Músicas incidentais: Laiá de Shaira, Inocência de Tico Magalhães e Toadas de Cavalo-Marinho.

casadefitas (5).png